!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

7.8.17

Bloggers de verão


Há uns tempos atrás, escrevi um tweet que desencadeou um debate sobre a atividade na blogosfera no verão vs no resto do ano. Achei tão interessante que não resisti a escrever um post sobre o assunto.

A blogosfera portuguesa, grande parte do ano, anda muito paradinha. Não estou a dizer que esteja morta não, muito pelo contrário, existem muitos bloggers promissores que ainda nos vão surpreender. Mas existem outros tantos bloggers que parece que andam sempre desaparecidos, com vidas muito ocupadas (?) e que, meia volta, só aparecem para deixar um post a desculparem-se por já não escreverem há x dias/semanas/meses.

E depois existem ainda outros bloggers que conseguem estar desaparecidos por tantos meses que, na verdade, acho que é mais correto dizer os meses em que eles realmente aparecem. Estes bloggers são como os emigrantes: passam todo o ano ausentes, e só voltam durante as férias. Em setembro, lá fazem as malas, e voltam a desaparecer. Sim, adivinharam: são os bloggers de verão.

Este tipo de bloggers ( que até aqui não tinham nome, e agora vão me apedrejar por lhes ter colocado um " rótulo", ou dizer " tu não sabes como a minha vida é ocupada") criam o seu blog no verão, com promessas muito fantásticas de posts e rubricas. Contudo, mal chegam os primeiros dias de setembro, as promessas caem por terra, e não vemos atividade nos seus blogs até ao verão seguinte. Aí, voltam e escrever um post, a dizer que lamentam imenso terem estado 10 meses desaparecidos, mas andaram bastante ocupados com a escola/faculdade/trabalho ou outra desculpa qualquer. Porém, nessa altura, tenho as minhas suspeitas que metade dos seguidores que tinham já não estão lá para ler esse post.

Em primeiro lugar, vamos falar do conceito de " andar muito ocupado/a". Já disse imensas vezes aqui no blog que esse  conceito, na verdade, não existe, é tudo uma questão de prioridades. Há tempo para tudo, é preciso é ser organizado/a e saber estabelecer prioridades. Se gostarmos muito de fazer algo, arranjamos sempre tempo para fazê-lo, nem que, para isso, tenhamos que acordar mais cedo ou deixar de ver aquele programa que passa à noite na televisão. Eu ando na faculdade, tenho sempre imenso que estudar, imensas aulas, estágios e relatórios para entregar,  além da minha vida social e, ainda assim, consigo publicar aqui um post, todos os dias.

Eu sei que nem toda a gente tem os mesmos objetivos em relação ao seu blog. Tal como a Inês disse num tweet e muito bem, nem toda a gente escreve rascunhos, planeia, idealiza e faz compromissos com os seus leitores. Eu sou assim, mas muitos bloggers não o são. No entanto, acho que o objetivo da maior parte das pessoas quando cria um blog é ter visualizações e seguidores. Se não fosse esse o objetivo, escreveriam num caderno em vez de publicar textos num site da Internet. É muito difícil ganhar seguidores e visualizações quando se passa grande parte do ano inativo/a. Isto porque acreditar no facto que os nossos leitores vão esperar meses a fio por nós é ser-se um bocado ingénuo/a. Os leitores vão achar que desistimos do blog e, mesmo que não achem isso, vão encontrar outros blogs mais interessantes nos entretantos e abandonar o nosso.

Falando como leitora,  eu não sigo este tipo de blogs. Por muito bom que seja um blogger, se não escrever regularmente, eu deixo-o de seguir. Aborrece-me ter que esperar quase um ano para voltar a ver atividade num blog. 

Entristece-me ver blogs com tanto potencial a desaparecerem aos primeiros sinais de trabalho. Poderiam ser tão bons, tão interessantes, mas nunca chegam a  isso porque não dedicam tempo nenhum àquilo que criaram. Cada um faz aquilo que quer mas, na minha opinião, criar um blog para depois só escrever neste no verão não vale a pena. Só conseguem ver a beleza da blogosfera se dedicarem mais tempo a esta.

36 comentários:

  1. olha a mim acontece-me exatamente o contrário, sinto que publico menos no verão, até acho que tenho menos tempo no verão (aliás mais tempo tenho, mas uso-o para ver séries e relaxar que acabo por publicar menos) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, no verão é menos mal, sempre são só dois meses, passas menos tempo ausente. Também fazes bem relaxar:).

      Eliminar
    2. Também me acontece o mesmo, porque muitas vezes no verão não tenho internet...

      Eliminar
    3. Pois, eu no verão também tenho menos, muitas vezes estou na casa da minha avó, onde não há net.

      Eliminar
  2. Muitas pessoas pensam que ter um blogue é fácil. E, de facto, é. Basta escolher um nome et voilá. MANter um blogue activo, com conteúdo fresco, actual e interessante é que é o mais difícil. Pena que muita gente não consiga perceber no que se está a meter antes de criar um blogue. Caso contrário, não viriam com promessas de "amor eterno" aos seus seguidores e prometer "mundos e fundos" aos seus leitores. Também eu não sigo este tipo de blogues: quando vejo que um começa a ficar inactivo ou não publicar conteúdo novo regularmente, deixo de seguir. Tão simplesmente isto.

    Beijinhos Cherry,
    Ricardo,
    www.opinguimsemasas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo. É o que costumo dizer: é fácil criar um blog, difícil é mantê-lo.

      Eliminar
  3. Realmente é uma pena..Parece que anda tudo muito parado agora, precisamos é de mais agitação. Eu sei que no que me toca, vou tentar continuar a publicar mesmo depois de setembro. Afinal de contas, de que serve iniciar uma aventura se é para desitirmos aos primeiros sinais de dificuldade?

    themerrymarie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Também público menos no verão! Mas percebo muiiito bem o que estás a dizer. No verão aprecem montes de boots novos, blogs antigos renascence, há muito pra ler (mesmo nos blogs que se mantém activos o ano todo), faz cenas tipo o beda, etc. é engraçado. Eu sigo os blogs porque é giro "rever" estás pessoas todos os anos ;)

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não estou a criticar os bloggers por publicarem menos no verão, estou a criticar por só publicarem no verão.
      É como eu, gosto de ir acompanhando as pessoas o ano todo :).

      Eliminar
  5. acho que já encontrei os dois lados, ou desaparecem o ano todo ou desaparecem no verão, mas eu também não posso falar muito ahaha também sou de luas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda assim, acho que é menos grave desaparecer no verão, porque são menos meses de ausência.

      Eliminar
  6. Eu tenho falta de tempo o ano inteiro, principalmente desde que comecei a ter uma casa ao meu encargo. Mas gosto tanto do blogue que arranjo espaço para vir escrever aqui, nem que fique nos rascunhos e publique mais tarde. Quando queremos algo fazemos acontecer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, quando queremos algo, arranjamos sempre tempo :).

      Eliminar
  7. totalmente verdade o que disseste xD

    ResponderEliminar
  8. Se há bloggers de verão eu talvez seja uma de inverno. Confesso que não escrevo tanto no blog como gostaria e que já escrevi posts a desculpar me por ausências e nos quais descriminei quais eram as atividades que mais me ocupavam. Acho que me enquadro em algo que tu disseste: é tudo uma questão de prioridades. E durante os três anos que tive o Woah Arabella, não o tornei uma prioridade. Principalmente no verão, hoje (por exemplo) publiquei um post que me levou uma semana a elaborar, porque tal como tu tenho o meu processo para o fazer (desde escrever rascunhos, fazer duas ou três versões e escolher uma final, criar várias imagens de capa para ter uma opção de escolha para o produto final e por aí fora). Acabo por ser mais organizada durante o tempo de aulas (em que me dedico ao meu bullet journal e faço questão de usar também como uma ferramente para manter o blog em dia).

    Acho que este comentário já ficou demasiado grande, mas interessei me realmente pelo teu post e mais do que isso, identifiquei me com ele.

    Woah Arabella

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos admites que não o tornaste uma prioridade em vez de inventar desculpas. Tenho a certeza que os teus leitores valorizam mais a tua honestidade, do que se dissesses o típico " Não tive tempo".
      Também já me aconteceu demorar demasiado tempo a escrever posts xD.
      Apesar de também conseguir publicar diariamente no verão, também sinto isso, que sou mais organizada no inverno. Talvez seja por termos mais obrigações, o que nós obriga a fazer um esforço maior para nos organizamos e gerir o tempo.
      Não tem problema, gosto de ler os comentários dos meus leitores:). É sempre interessante ler as opiniões que têm para dar.

      Eliminar
  9. Compromisso. Acho que essa é a palavra chave. No meu primeiro blogue (Parte do que sou), por exemplo, não publicava diariamente, mas tentava fazê-lo de forma regular. Contudo, mesmo que não publicasse, fazia por estar presente através das visitas e comentários que fazia a outros blogues. Quando criei As gavetas da minha casa encantada, que seria uma espécie de complemento do Parte do que sou, segui o mesmo registo. Quando percebi que eram as gavetas a minha verdadeira casa, desafiei-me a publicar diariamente, porque adoro escrever, porque sinto que tenho imensas paixões que podem ser partilhadas e porque é, efetivamente, um desafio à minha criatividade.
    Acredito que só podemos manter as coisas se cuidarmos delas. Se calhar, há dias em que não posso dedicar tanto de mim ao blogue, por isso opto por não publicar, porque, lá está, mesmo que não me aperceba as prioridades acabam por ser outras. No entanto, quando criei o blogue, assumi um compromisso comigo e com quem me lê. Não é justo deixar aquele espaço ao abandono e regressar ao fim de imenso tempo a achar que estará tudo na mesma. Se é algo que nos interessa, temos que lhe dedicar tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo a 100% com o teu comentário, que é excelente :). Todos os bloggers deveriam lê -lo.
      É isso mesmo que sinto quando visito o teu blog,que tens um compromisso para com este e com os teus leitores. Nota-se que gosta deste e que lhe dedicas muito tempo. Adoro visitar blogs assim :).
      Isso é normal, às vezes há coisas que são muito mais importantes que o nosso blog, que aí tem de passar para segundo plano.

      Eliminar
  10. Apesar de perceber o que queres dizer, não concordo com tudo o que descreves aqui. As razões para uma pessoa estar ausente durante o resto do ano são variadas e, na realidade, muita gente não tem "apenas" a faculdade (com tudo o que ela implica, e sei que dá muito trabalho e consome muito tempo) e a vida social. Há quem, para além disso, tenha trabalho a tempo inteiro, e família a quem tem de dar atenção (sejam filhos ou pais/avós a necessitar de cuidados). Por vezes, um blog pode ser criado no verão como um escape, numa altura em que uma pessoa tem mais tempo, e serve como uma distracção para o resto da confusão que é a sua vida durante o ano inteiro. Acredito muito que cada caso é um caso, sabes? E sim, também há o tipo de pessoas das quais falas aqui, mas no fundo um blog é algo muito pessoal, e cada um sabe o tempo que lhe quer dedicar :) Agora, de facto não tenho paciência para posts com "desculpem ter estado ausente!". Acho que é completamente desnecessário.

    Quando comecei nestas andanças, não partilhei o meu blog com ninguém. Na verdade, ainda hoje não partilho, não disse a amigos e familiares a não ser que calhe em conversa. Se o encontrarem, encontraram, se não encontrarem, não encontraram. Na altura queria apenas um espaço para colocar os pequenos contos que escrevia, sem estar preocupada com seguidores ou leitores, sequer. Coloquei online porque alguém podia encontrar e achar interessante, mas se não fosse encontrado também não havia problema. Hoje em dia a minha visão é um pouco diferente, porque aquilo que quero para o blog também mudou com o tempo. As nossas motivações para ter um cantinho na internet mudam, e não são iguais de pessoa para pessoa. Isso também influencia muito a periodicidade dos posts e o tipo de coisas que partilhamos, não é?

    Desculpa o testamento. Mas acredito mesmo que cada caso é um caso e por vezes as pessoas têm motivos que desconhecemos :)

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo aquilo que dizes, cada caso é um caso, e cada um faz aquilo que quer com o seu blog. No entanto, acredito que as pessoas, mais cedo ou mais tarde, querem ver o seu número de leitores a aumentar. Eu também comecei por não querer saber se alguém lia ou não o meu blog mas, com o passar do tempo, fui-me afeiçoando aos meus leitores e querendo outros tantos.

      Cada um faz aquilo que quer com o blog que cria mas, lá no fundo, o blog nunca é completamente nosso. Acredito que o blog também seja das pessoas que o visitam, daí a achar que se deve publicar com alguma regularidade para eles continuarem no blog que tanto os conquistou.
      O meu blog é feito por mim, mas também é feito pelos meus leitores. Daí eu sentir que tenho um compromisso com eles.
      Cada caso é um caso, mas, bem lá no fundo, todos nós queremos que o nosso blog seja lido e apreciado, caso contrário escreveríamos em papel em vez de num site da Internet.

      Eliminar
  11. Nos primeiros tempos em que criei o meu blogue a minha atividade tinha "altos e baixos" por uma questão de má organização. No entanto, com a prática e o hábito fui-me habituando a programar e a antecipar novas publicações. Como dizes, acho que é uma questão de prioridades.
    Beijinhos.

    https://nepheshing.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já tive esses altos e baixos, mas também me fui organizando :).

      Eliminar
  12. Eu noto isso também, mas também noto a ausência de leitores. É verão, é normal que toda a gente se afaste um bocadinho dos computadores/telefones. *Vacation mode on* Mas tal como tu, também deixo de seguir blogs que dizem "estou de volta" e levam se for preciso um mês a publicar de novo. Não é por mal, mas lá está, a pessoa aborrece-se de esperar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, eu notp exatamente o contrário xD. No verão é quando tenho mais leitores. Este verão, por exemplo, mal julho chegou, as minhas visualizações dispararam. O ano passado também foi assim, e em setembro notei uma descida de visualizações.

      Eliminar
  13. Concordo... tenho dois filhos muito pequenos, um trabalho diário de 8 horas,uma casa, marido, amigos, blá blá blá. Se eu consigo os outros também conseguem que não sou nenhum heroína! Dedicação, organização e gosto pelo que se faz claro! Não tenho nada contra os "blogs de verão" (como tu tão bem os batizaste) mas enquanto leitora também não me atraem. Mas como tudo na vida, para cada panela, a sua tampa, há-de existir público para isso!
    Beijinho
    https://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, se tu consegues os outros também conseguem :).

      Eliminar
  14. r: obrigada querida.
    Concordo contigo, acho que se quisermos mesmo e nos organizarmos da melhor forma conseguimos fazer um bocadinho de tudo.
    Beijinho, Mary.

    ResponderEliminar
  15. Eu comecei o blog em Março, por isso não posso falar muito. Mas desde do início que defini objectivos. Por exemplo escrever às segundas, quartas e sextas (agora também passou para o domingo), e estar sempre presente, mesmo que não tenha paciência. Quero que o blog seja a minha obrigação porque é algo que eu gosto :D
    Quanto aos blogs de verão é exactamente o mesmo que os blogs da expocosmetica, só aparecem nessas alturas...

    Beijinhos,
    www.bydezassete.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me que tens bons objetivos para o blog e, com dedicação e persistência, certamente que ter as muito sucesso :).

      Eliminar
  16. Ando numa de "não tenho inspiração" mas agora com o canal a coisa mudou, mas tb não tenho paciência para blogs momentâneos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos nós passamos por fases em que temos menos inspiração, é normal :).

      Eliminar
  17. Eu sigo os que me interessam, ainda que passem meses sem publicar, porque sou da opinião que um blog não deve ter hora, nem obrigação. A pessoa deve publicar quando tem tempo (o blog, para mim, não é uma prioridade - filho, marido, trabalho, casa, amigos, séries... tudo está primeiro) e inspiração (passo por muitas fases de bloqueio! :P). Obviamente, se é um blog que me interessa, preferia ver posts mais frequentes, mas não é suficiente para me fazer deixar de o seguir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não vejo os blogs dessa forma. Claro que não devem ser um obrigação, mas há que ter um pouco de dedicação pelo menos. Não me parece que estar 6 meses longe de um blog seja dedicação. Todos nós temos uma vida, mas ao termos um blog estamos a fazer um compromisso com os nossos leitores, e é difícil os nossos leitores afeiçoarem-se a nós se só aparecemos de ano a ano. Sei que nem toda a gente vê as coisas desta forma, mas esta é a minha opinião.

      Eliminar