!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

sexta-feira, 31 de março de 2017

5 coisas: março 2017


Março foi, à semelhança de fevereiro, um mês marcado pelo meu estágio hospitalar em Oncologia. E com o estágio veio muito nervosismo, muitas horas de trabalho, muitos desafios, muita exigência, muito choro, e muita, muita ansiedade. A minha ansiedade atingiu níveis terríveis este mês mas, felizmente, apercebi-me a tempo que o meu nervosismo me estava a prejudicar, e parei para pensar " para quê estar nervosa o tempo todo? Porque não esquecer o facto de estar a ser avaliada neste estágio, e vê-lo antes como uma experiência e oportunidade de aprendizagem?". E foi exatamente isso que eu fiz e, a partir daí, tudo correu muito melhor.

Durante este mês, aprendi mais do que, muito provavelmente, nos outros meses todos juntos, vi realidades extremamente diferentes da minha, e cresci imenso enquanto pessoa. Agora, no fim de tudo o que vivi nestas últimas semanas, sinto-me grata por ter tido esta oportunidade, porque mostrei a mim mesma que sou capaz de muito mais do que aquilo que penso, e ganhei competências que me serão úteis, não só na minha futura profissão, como na minha vida em geral.


5 coisas que aconteceram


1. Comecei a aprender a fazer crochet: Num fim de semana, estava eu na casa da minha prima, e ela estava a fazer crochet. Olhei para o lado, e vi uns bonequinhos de crochet muito giros que ela tinha feito. Pensei " adorava fazer bonequinhos assim também, e dar largas à minha imaginação!". E, do nada, pedi-lhe que me ensinasse. Momentos depois, já estava a fazer aquelas cordinhas que os aprendizes de crochet fazem. Ainda não aprendi grande coisa, porque o estágio ocupou-me muito o tempo, mas agora que estou de férias durante duas semanas, vou aproveitar para aprender a fazer pegas de cozinha, carteirinhas e, quem sabe, aqueles bonequinhos que quero tanto aprender a fazer.

2. Escrevi o meu relatório de estágio: Tal como já contei na passada edição da rubrica " 5 coisas", no mês de fevereiro, no dia 7, iniciei o meu 2º estágio hospitalar, no serviço de Oncologia. Março foi o último mês de estágio, e os últimos dias de estágio significam sempre dias a fio em frente ao computador, a trabalhar no relatório final. Como fazer relatórios já não é novidade para mim ( fiz dois o ano passado), este ano tudo correu muito melhor, e consegui acabar o relatório dois dias antes do prazo de entrega, o que me deu tempo para lê-lo e relê-lo, e certificar-me que tudo batia certo.

3. Fui ao cinema ver " A Bela e o Monstro": Tenho tido uma sorte no que toca a idas ao cinema. Tenho reparado que este é um ponto que já consta em grande parte das edições da rubrica " 5 coisas". Tenho conseguido ir, no mínimo, uma vez por mês ao cinema, e isso tem sido terapêutico para mim, tem-me ajudado imenso a relaxar! Este mês, fui ver a tão esperada versão com atores reais da " Bela e o Monstro", cuja review já escrevi aqui no blog. Foi tão bom reviver um pouco da magia da Disney que encantou a minha infância!

4. Terminei o meu estágio em Oncologia: Este ano já não era a primeira vez que estagiava num hospital ( já estagiei o ano passado), mas digamos que o estágio do 1º ano foi uma brincadeira de crianças comparado com este estágio. O ano passado, basicamente, só dávamos banhos e fazíamos camas mas, este ano, começamos a fazer de tudo, desde preparar medicação, algaliar, otimizar cateteres, fazer colheitas de sangue. Foi, sem dúvida, muito exigente, e a fasquia estava muito elevada! No meu caso, além das dificuldades de estar no 2º ano de estágio, também estagiei num serviço muito duro física e psicologicamente, Oncologia. Os meus 19 anos de vida não me prepararam para lidar com tanto sofrimento e morte. Contudo, gosto de pensar que dos maiores desafios surgem as maiores lições. E foi isto mesmo que este estágio significou. Foram 8 semanas muito duras, muito cansativas, muito exigentes, mas também foram 8 semanas repletas de muitas lições, aprendizagens, experiências e, em última análise, com muitas recompensas.

5. Estou a melhorar aos poucos do hipertireoidismo: Em fevereiro, descobri finalmente de onde vinha o meu mal estar a nível digestivo. Por incrível que pareça, não era nenhum problema de estômago nem nos intestinos, mas sim na tiroide. Foi-me diagnosticado hipertireoidismo e, a partir do momento em que descobri isso e comecei a ser medicada, melhorei logo após uma semana. Agora, passado um mês, já me sinto muito melhor, mas a minha recuperação ainda vai demorar mais. Fiz umas análises e, apesar de os valores das hormonas já terem subido, subiram a um ritmo muito lento, pelo que ainda terei que tomar medicação por mais 2 meses. No entanto, já me sinto muito feliz por estar muito mais bem disposta. Só quando perdemos saúde, é que lhe damos realmente importância.


5 coisas que adorei


1. Regresso da Letícia à blogosfera: 2017 tem sido um ano de regressos à blogosfera. Depois de o Jota  ter regressado à blogosfera, em janeiro deste ano, foi a vez da Letícia regressar à blogosfera, desta vez com um blog que, na verdade, ela já tinha, mas no qual ela se mantinha em anónimo. Adorei o facto de ela finalmente ter ganho coragem para "dar a cara" pelo blog porque ela, de facto, escreve posts muito interessantes, e fez muito falta à blogosfera durante o período em que esteve ausente.

2. 6 coisas que aprendi em 66 dias sem porcarias: Segui o desafio " 66 dias sem porcarias" da blogger Maria das Palavras de perto, e foi muito interessante ler cada post, ver as dificuldades que teve que ultrapassar, o que comia, as comidas a que teve que resistir, como reagiam as pessoas próximas dela... Sem dúvida que deve ter sido um grande desafio para ela, e dou-lhe os meus parabéns por ter conseguido passar 66 dias sem comer porcarias, de livre vontade, porque deve ter sido precisa muita determinação para atingir tal objetivo. No final do desafio, a Maria partilhou as lições que aprendeu durante o mesmo, algumas das quais com que todos nós nos identificámos.

3. Marzia: Descobri esta youtuber por acaso, quando estava aborrecida e estava ver os vídeos que apareciam na secção de recomendações do Youtube. Não sei porquê, mas fiquei a adorá-la. O canal dela é tão fofinho ( até a voz dela é), e o que nela é que ela não é a típica youtuber de beleza, é fala sobre os mais random assuntos, desde cozinha, DIYS, viagens, videojogos... Aliás, eu nem sei porque é que a consideram uma youtuber de moda/beleza, ela raramente aborda esses assuntos, e é exatamente isso que eu gosto no canal dela. Ultimamente, gosto de ver canais que fujam aos típicos vídeos de beleza, e o canal dela é uma lufada de ar fresco nesse sentido.

4. Mendy Mini City: Esta conta de instagram tem uma ideia tão estúpida mas ao mesmo tempo original! Cozinha tudo em miniatura. Comida real! Eu adoro tudo aquilo que vêm em miniatura ( quando era pequena, adorava brincar com Barbies por causa dos sapatos e roupinhas em miniatura, e ainda fiquei mais encantada quando recebi uma cozinha em miniatura, com um fogão e frigorífico com coisas dentro em miniaturas, como ovos, compota, iogurtes...), por isso não podia deixar de adorar esta conta. Mas aquilo que é mesmo engraçado é que a comida em miniatura, além de ser real ( o que, já por si só, é impressionante, onde é que eles arranjam ovos em miniatura?), é mesmo cozinhada em tachos e fogão em miniatura. Gostava mesmo de saber onde é que arranjam esta coisas, porque eu gostava de experimentar!

5. Chocolate Milka com Oreos: Sim, eu só experimentei esta barra de chocolate agora, deixem-me explicar-me antes de me matarem! Eu nunca achei piada quando surgiram estas novas versões de chocolate Milka. Fizeram tabletes de chocolate Milka com bolachas, com bolachas de água e sal, Milka e recheio de morango, com tudo e mais alguma coisa basicamente. Eu nunca achei piada a isso. Sinceramente, para mim, quando eu compro uma tablete ou barra de chocolate, quero chocolate na sua forma original, não misturado com outras coisas. Se eu quiser bolachas, como antes bolachas, não preciso de misturar. No entanto, uma vez, após um dia de estágio particularmente cansativo, saí do meu serviço com um desejo louco por chocolate. Acontece que, no entanto, as máquinas do hospital só tinham duas opções de chocolate, ou barras de Milka com Oreos, ou com caramelo. E, odiando eu caramelo, optei pelo menor dos males em termos de misturas, e escolhi o de Oreos. E não é que adorei? Por incrível que pareça, até é uma boa combinação. Gosto de Milka e de bolachas Oreos, mas nunca me passou pela cabeça comer as duas coisas juntas.


E vocês? Como foi o vosso mês?
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

4 comentários:

  1. Quero muito ver A Bela e o Monstro :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Your blog was shared on my blog The Blogs List and your link has been linked to My Blog List (MBL - top right).

    Best!
    Blogs Showcase

    ResponderEliminar
  3. Um mês com boas surpresas (o meu).

    Eu gosto de Milka Oreo e de Milka Caramelo. Por acaso ultimamente como mais do de Caramelo xP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem :).
      Eu não, eu não gosto nada de caramelo xD.

      Eliminar