!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

terça-feira, 1 de novembro de 2016

7 questões que deves perguntar a ti próprio/a antes de fazer uma grande compra


Desde pequena que os meus pais sempre me ensinaram a poupar e a pensar duas vezes antes de comprar qualquer coisa. Nunca fiz compras em grande escala, mas sempre observei de perto o processo de decisão dos meus pais quando se confrontavam com uma possível grande compra. Agradeço-lhes por isso, porque penso que, no futuro, tudo o que aprendi com eles vai ser importante para quando for eu a fazer compras significativas.

Muitas pessoas já fizeram grandes compras das quais se arrependeram. E isso ainda é o menos, se considerarmos que estas podem ficar anos e anos endividadas por uma decisão mal tomada e/ou impulsiva.

Por isso, para evitares arrependeres-te de fazer uma grande compra, deves perguntar-te estas questões antes de fazeres o que quer que seja.


1. Posso pagar isto? : Antes de te perguntares sobre qualquer outra coisa, deves te perguntar se podes comprar o que queres comprar. Se não podes, não compres. É simples. Não há necessidade de ficares endividado e pores as tuas necessidades básicas em risco por algo que sabias que não poderias pagar.

2. Preciso mesmo disto? : Muitas vezes, compramos coisas por capricho ( e inventamos desculpas para nos perdoarmos a nós próprios). E se , de vez em quando, até merecemos um miminho, quando se tratam de grandes compras, não devemos ceder a esses caprichos. Por isso, o melhor é mesmo refletires. Precisas mesmo desse item ou é algo que queres porque viste num anúncio de televisão ou todos os teus amigos têm?

3. Quanto tempo demorei a ganhar este quantidade de dinheiro que vou gastar? : Nas raras vezes em que compro algo caro com a minha mesada ( como um relógio ou um telemóvel), os meus pais perguntam-me " Vale a pena comprares isso com dinheiro que te levou x meses a poupar?" ( sei que isto não é uma grande compra como uma casa, é só para dar um exemplo). Por vezes, é difícil demorar um mês a poupar 100 euros e gastá-los de uma vez num só item. Por isso, deves te perguntar sempre se vale a pena gastar o dinheiro que te esforçaste a ganhar assim de uma vez, se o item que queres comprar vale mesmo a pena.

4. Vou precisar deste item no futuro? : Quando se trata de uma compra significativa, é importante saber se o investimento vai compensar num grande período de tempo. Ainda vais precisar do item daqui a uma semana ? Um mês? Seis meses ? Se tiveres resposta para estas perguntas, podes avançar. Fazer estas perguntas a ti próprio/a ajuda um bocado também no ponto 2, ajuda-te a descobrir se estás a fazer uma compra impulsiva, que nunca mais vais usar, ou se é algo que vais usar a longo prazo.

5. Que mais este item vai custar? : Lá porque compraste este item, não quer dizer que os gastos tenham acabado. Há itens que exigem que gastes ainda mais dinheiro. Por exemplo, se comprares um carro, vais ter que pagar gasolina todas as semanas, tens que pagar o seguro do carro, a limpeza deste... Tens de saber se podes ou não cobrir todos esses custos adicionais.

6. Que erros cometi no passado ao fazer uma grande compra? : Quando te deparas com grandes compras, deves sempre pensar em situações similares que já fizeste, que erros cometeste, e se ficaste feliz ou arrependida com uma compra. Fazer uma grande compra nem sempre é fácil, por isso refletires sobre as decisões passadas e os erros que cometeste vão te ajudar a fazer uma melhor compra desta vez.

7. Onde é que eu posso encontrar o melhor valor? : Quando se tratam de compras significativas, é importante procurar os sítios que oferecem uma melhor relação qualidade-preço. Já vais gastar imenso dinheiro, por isso, se puderes encontrar um sítio mais barato que te ofereça a mesma qualidade, melhor.


E vocês?  Que questões fazem a vocês próprios antes de fazerem uma grande compra?
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

25 comentários:

  1. Não tenho por hábito fazer grandes compras. Nem pequenas, na realidade. Não gosto muito de comprar coisas, e preciso de tão pouco... Por isso, quando compro, é mesmo por necessidade. Mas as dicas que falas aqui podem-se aplicar a outras coisas, mais pequenas e mais baratas - que somadas podem ficar caras também. Lembrei-me do caso dos livros, por exemplo, em que se pode aplicar o teu ponto 4. Podemos "precisar" do livro porque o queremos ler, mas se é só por isso não precisamos de o comprar, podemos ir buscar a uma biblioteca :D Ou queremos o livro para o ter na nossa colecção? Falo em livro, mas pode-se aplicar a tanta coisa... O ponto 5 é dos mais importantes, muitas vezes os "custos extra" ficam esquecidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não tenho necessidade de muita coisa, gasto a menor quantidade de dinheiro possível. Só de 2/3 em 3 anos é que gasto mais num telemóvel (estes hoje em dia duram tão pouco, parece que as marcas fazem de propósito).
      Confesso que sou culpada nessa cena dos livros xD. Eu compro-os para ler e para acrescentar na coleção, mas eu também os releio. De qualquer das formas, muitas vezes vou à biblioteca buscá-los.

      Eliminar
  2. Confesso que cada vez me coloco menos questões antes de fazer compras... mas tenho que o voltar a fazer, poupar é super importante, independentemente de quanto se ganhe!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, nos dias de hoje é super importante!

      Eliminar
  3. Também herdei isso dos meus pais. Sou grande controladora de gastos, tanto que por vezes acho que é exagero porque dou por mim a fazer-me esse tipo de questões mesmo com coisas mínimas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah, eu às vezes também exagero. Uma vez, para comprar uma pulseira de 3 euros , hesitei e a minha prima disse " compra-me a treta da pulseira, isso é quase de graça!" xD.

      Eliminar
  4. Adorei as tuas dicas porque vão ser - efectivamente - úteis na próxima vez que quiser investir em algo.
    Mas deixa-me também elogiar a tua capacidade de escolher imagens que tão bem ilustram os posts como encaixam sempre na perfeição no design do teu blog.
    Sou pessoa que gosta destes pormenores e não resisti a comentar :)

    ResponderEliminar
  5. Boas dicas, sim senhora!
    Já a minha mãe dizia "Quem não tem dinheiro, não tem vícios" a propósito do sobrendividamento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :).
      A minha mãe também me diz isso xD.

      Eliminar
  6. São questões que temos mesmo que ter em conta.
    Na tua dica nº3, quiseste dizer 500€ ou 50€? É porque é mesmo difícil juntar 500€ num mês, só quem tem mesmo um ordenado bastante bom, do tipo 1500€ ou 2000€. Nós cá em casa somos dois a trabalhar, ganhamos o ordenado mínimo, por isso é mesmo impossível para mim esse valor, daí ter estranhado :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quis dizer 100 euros, enganei-me. Nossa, 500 euros só se fosse uma pessoa rica xD.

      Eliminar
    2. E às vezes poupar 100 euros já é puxado, mas foi só para dar um exemplo.

      Eliminar
  7. Suas dicas são as melhores. Realmente, há itens que queremos bastante, mas no fundo não precisamos, e depois vamos deixar de lado igual outros que temos.

    ✯ Instagram ✯✯ Blog Diamante Turquesa ✯✯ Fan Page ✯

    ResponderEliminar
  8. Eu faço sempre a pergunta 7, e procuro o melhor preço dentro daquilo que pretendo comprar, e acho que cada vez mais as pessoas o fazem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É algo que também faço muito, mesmo em coisas mais pequenas, como compras de supermercado.

      Eliminar
  9. Devia ser assim mesmo e não comprávamos nem metade das coisas... :/

    ResponderEliminar
  10. Engraçado que são as perguntas que eu faço, mesmo sendo uma compra de pequeno valor!
    Bom mês para ti também :)

    -A melhor amiga do totoro.-

    ResponderEliminar
  11. Muito boas perguntas, eu faço sempre um enorme processo de decisão, porque confesso ser uma versaõ feminina do tio Patinhas, muito forreta.
    http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaah, eu acho que também sou assim xD.

      Eliminar